Notícias

Empreendedorismo marca o encerramento de projeto da educação municipal em escola de ingês

27/11/2023

Comercializando sabonetes, 11 alunos do Guará Kids participaram da última aula no CCBEU.

 

Após um bimestre de muito inglês, empreendedorismo e tecnologia, os alunos da rede municipal que receberam bolsas de estudo no Centro de Língua Inglesa CCBEU (Centro Cultural Brasil – Estados Unidos), encerraram as aulas nesta sexta-feira (24). A iniciativa é uma parceria entre a Secretaria Municipal de Educação (SME), por meio do projeto Guará Kids, integrado ao programa de educação empreendedora Crer&Ser, a embaixada americana e o CCBEU, por meio do programa English For All Global.

 

“No mundo globalizado em que vivemos, o domínio do inglês é uma habilidade essencial. Ter essa competência cria possibilidade de se comunicar com pessoas de diferentes culturas, de acessar informações e oportunidades de emprego, e de desenvolver suas habilidades acadêmicas. Esta parceria com o CCBEU foi uma oportunidade única para nossas crianças, que participaram do projeto, se esforçaram, aprenderam muito inglês e, agora estão prontas para enfrentar vários desafios deste mundo”, sublinhou o secretário de Educação, Pablo de Almeida.

 

Inicialmente, 12 alunos foram selecionados, todos eles cursando o 5° ano em escolas da rede municipal. A escolha dos bolsistas foi feita a partir da participação nas aulas do Guará Kids, via chat e no quizizz, o jogo interativo em que os conteúdos de cada aula são retomados. As aulas tiveram início em agosto e finalizaram nesta sexta-feira (24).

 

“Acreditamos que, com o apoio do CCBEU, os alunos tiveram uma nova perspectiva no aprendizado do inglês. Eles aprenderam não apenas a língua, mas também o empreendedorismo e a tecnologia. Os alunos tiveram a oportunidade de interagir com pessoas diferentes e aprender sobre suas perspectivas. Acredito que esta experiência foi enriquecedora, porque nós estamos satisfeitos em saber que garantimos uma oportunidade como esta”, sublinhou a assessora pedagógica da SME e professora do Guará Kids, Luciana Hey.

 

As aulas do Grow Global, por meio do programa English For All, do CCBEU, foram oportunidade para os alunos desenvolverem duas habilidades essenciais para o sucesso: o inglês de alta proficiência e o mindset empreendedor. Com uma abordagem totalmente bilíngue, os participantes do projeto tiveram contato com a comunicação em inglês desde o início. O uso da tecnologia e do empreendedorismo também foram elementos essenciais, ajudando os alunos a desenvolverem um pensamento crítico e a se prepararem para os desafios do futuro.

 

“Para nós, é muito importante promover este projeto, porque agora, o inglês já não é mais um diferencial, e sim uma necessidade. Por isso, nós precisamos incrementar essas habilidades. Eles acabaram fazendo sabonetes, venderam para os pais e trocaram por sorvete. Desta forma, eles puderam notar a importância do dinheiro e a necessidade do inglês. E claro, a presença dos pais é fundamental, porque assim eles podem entender um pouco do que a gente faz e de alguma forma, eles também acabaram aprendendo um pouco mais de inglês”, comentou o responsável pelo projeto English For All, Guilherme Razera.

 

“Todas as aulas foram muito boas. Os alunos sempre estiveram bem engajados, sempre fazendo tudo o que foi proposto. Trabalhamos muito com o lego. Eu também fiz uma aula com os princípios da fotografia. Então, eles souberam um pouco sobre programação. Aqui no Grow Global, nós sempre tentamos trazer os futuros gênios, como falamos. Desta forma, dar essa oportunidade para alunos de fora, mostra o quanto eles são inteligentes e o quanto eles estão dispostos a trabalhar, melhorar e aprender. Foi muito gratificante e maravilhoso”, mencionou a professora do projeto, Eleonora Bernardo.

 

Encerrando as atividades, os alunos puseram seus conhecimentos sobre empreendedorismo em prática. Na presença dos pais, os estudantes venderam o SOAP, um sabonete que produziram durante as aulas. Para comercializar o produto, os estudantes precisavam apresentar um discurso de vendas em inglês, além de calcular o preço do sabonete, levando em consideração os custos de produção e as despesas. Quando finalizada a venda, o aluno recebia o “dólar” e podia trocar por um “Ice Cream”.

 

“Foi fundamental para ele. O nível do inglês dele aumentou, ele fez amigos e aprendeu muitas outras coisas além da língua inglesa. Eu percebi muito impacto no aprendizado dele, porque antes ele falava algumas palavras dispersas e depois do curso ele passou a falar frases completas. Isso foi a maior diferença que eu notei, eu vi um salto gigante dele”, contou Marciele Nogueira Leal, mãe do Henrique, um dos alunos.

 

“Eu achei as aulas legais e interativas, no geral, muito boas. A gente aprendeu muita coisa durante todo o curso, mas eu gostei muito da última aula que a gente fez o sabonete, porque foi bem dinâmica e participativa”, relatou a aluna da Escola Municipal Padre Estanislau Cebula, Manuela Velasquez dos Santos.