Notícias

Folia com Saúde: SAE promove campanha de prevenção a ISTs durante o Carnaval

08/02/2024

Atualmente, Guarapuava possui uma cobertura completa para a realização do teste rápido de HIV.

 

Com a aproximação das festividades carnavalescas, o Serviço de Atendimento Especializado (SAE) de Guarapuava está intensificando suas ações de prevenção e conscientização sobre as infecções sexualmente transmissíveis (ISTs). A campanha “Folia com Saúde!” visa orientar a população sobre formas seguras de aproveitar o Carnaval e manter a saúde em dia durante todo o ano.

 

Durante esta semana, a equipe do SAE tem distribuído preservativos em diversos locais estratégicos da cidade, como motéis, postos de gasolina, unidades de saúde, bares e boates. Além disso, participarão ativamente do carnaval de rua de Guarapuava com o bloco “Folia com Saúde”, onde oferecerão orientações e insumos para prevenção.

 

No dia 6 de fevereiro, uma live promovida pela Unicentro, em parceria com o SAE, abordou temas como saúde sexual e diversidade, reforçando o compromisso das instituições com a promoção de uma cultura de prevenção e cuidado durante o período carnavalesco e ao longo de todo o ano.

 

A enfermeira e coordenadora do SAE, Ângela Maria de Camargo, ressalta a importância de medidas como o uso de preservativos, realização de teste rápido, autoteste, PEP (Profilaxia Pós-Exposição) e PrEP (Profilaxia Pré-Exposição) para prevenir a transmissão do HIV e outras ISTs.

 

“Em casos de exposição de risco, como relações sexuais desprotegidas, o protocolo de prevenção está disponível nas urgências da cidade, que oferecem teste rápido, PEP e atendimento especializado. Carnaval é um momento de alegria, então convidamos a todos para fazermos ‘Folia com Saúde’.”

 

 

PEP e PrEP

 

A PEP (Profilaxia Pós-Exposição) consiste no uso de medicamentos antirretrovirais após possível contato com o HIV, como em casos de violência sexual, relações sexuais desprotegidas ou acidentes ocupacionais. Para ser eficaz, deve ser iniciada idealmente nas primeiras duas horas e, no máximo, até 72 horas após a exposição, com duração de 28 dias. É fundamental procurar atendimento médico imediato em caso de exposição de risco, lembrando que a PEP não substitui o uso de preservativos. Incluindo ainda, como medida preventiva após exposição sexual, a pílula do dia seguinte, com objetivo de evitar uma gravidez indesejada.

 

Por outro lado, a PrEP (Profilaxia Pré-Exposição ao HIV) consiste no uso de medicamentos antirretrovirais antes da exposição ao HIV, reduzindo o risco de infecção. Destinada a indivíduos em alto risco de contrair o vírus, como gays, homens que fazem sexo com homens, pessoas trans, trabalhadores e trabalhadoras do sexo e casais sorodiferentes, a PrEP não é para todos e não é uma medida de emergência como a PEP.

 

Ambos os serviços estão à disposição pelo SAE. Durante os dias de Carnaval, a unidade estará fechada. Porém, as Unidades de Urgência e Emergência dispõem de teste rápido, PEP e protocolo para prevenção de ISTs.