Notícias

Liderança feminina: Segunda turma do programa “Liderela” recebe o certificado de conclusão

25/03/2024

Com diversas mulheres de diferentes setores sociais, a segunda edição do programa se encerrou com uma cerimônia que reforça a importância do protagonismo feminino.

 

Na noite de sexta-feira (22), a Associação Cultural, Recreativa e Esportiva da Unicentro (Acre) foi palco de um evento marcante para Guarapuava. Integrando as celebrações do Mês da Mulher, a formatura da segunda turma do Programa Acelerador de Lideranças Femininas (Liderela) reuniu mulheres inspiradoras de diversos setores da sociedade.

 

Promovido pela Secretaria de Políticas Públicas para Mulheres (SPPM), junto ao Sebrae, o programa procura acelerar e facilitar o acesso das mulheres a cargos de liderança, tanto no setor público quanto no privado. Ao todo, vinte formandas foram certificadas, representando áreas como economia circular, empreendedorismo, política, diversidade de gênero e raça, entidades de classe e do agronegócio.

 

A secretária de Políticas Públicas para Mulheres, Priscila Schran, destacou a importância do programa como uma ferramenta de empoderamento e celebrou o crescimento e a evolução das participantes ao longo do ano.

 

“Este momento de celebração é também uma oportunidade para reconhecer a importância da liderança feminina. Ser líder nem sempre é fácil. No entanto, é por meio do comprometimento, da conexão e da entrega das mulheres que vemos a verdadeira revolução acontecer em nossa cidade. Estou emocionada ao testemunhar as diversas possibilidades que estamos criando para que as mulheres sejam protagonistas em nossas comunidades e para construir uma cidade cada vez melhor para todos nós”, declarou Schran.

 

Representando o Sebrae, a consultora de negócios Fabíola Christine Martins da Silva ressaltou o compromisso da instituição em fortalecer iniciativas como esta.

 

Esse programa começou como um sonho em 2022, e agora estamos indo para a terceira turma. Agradeço a todos e convido vocês a participarem deste projeto. A importância da capacitação para mulheres é cada vez mais evidente, oferecendo oportunidades em diversas áreas”, afirmou. 

 

Emoção entre as participantes

 

Todas as participantes tiveram a oportunidade de discursar após receberem o certificado de conclusão do curso. 

 

A vereadora e procuradora da Mulher de Guarapuava, Bruna Spitzner, foi uma das formandas da noite. Em seu discurso, pediu por mais representatividade feminina na política. 

 

“Quando uma mulher prospera, a sociedade inteira prospera junto com ela. Que em 2024 nós tenhamos dez vereadoras na Câmara Municipal. Que consigamos avançar, abrindo o nosso espaço, que sempre foi nosso por direito, mas que precisa ter a nossa cara, a nossa voz e a nossa pluralidade. Porque o caminho que abriram para mim, eu espero abrir para outras também”, assinalou. 

 

Evanize Andrade, presidente da Associação dos Pais e Amigos dos Deficientes Visuais (Apadevi), também foi uma das mulheres celebradas pelo evento. Ela detalhou um pouco mais sobre o seu projeto desenvolvido dentro do Programa após notar as necessidades da sua própria instituição. 

 

Foi a partir desse entendimento que desenvolvi meu projeto, focado em despertar a liderança nas mulheres que já ocupam posições de destaque na instituição, bem como naquelas que demonstram potencial para liderar. O projeto abordou temas essenciais como inteligência emocional, gestão de pessoas e comunicação clara e assertiva, incluindo técnicas de comunicação não violenta”, contou.

 

Janaína Gomes Bonete por sua vez, sublinhou o papel do seu projeto junto às artesãs do município. “Ao longo de quatro encontros, oferecemos às mulheres ferramentas essenciais para desenvolverem seus negócios, abordando temas como economia criativa, estratégias de vendas, gestão de lucros, fluxo financeiro e o papel protagonista das mulheres no empreendedorismo. Sou imensamente grata por todo o programa e pelo impacto que meu projeto teve, capacitando mais de vinte artesãos em Guarapuava e incentivando essas mulheres a seguirem empreendendo”, manifestou.

 

Rosi Neto, especialista em gestão de pessoas e liderança e professora do programa, destacou sua experiência à frente do Liderela. 

 

“Esse programa era para me dar, na medida em que eu me desse. Mas eu me surpreendi com o quanto eu recebi. Retomei a minha essência, reafirmei o meu propósito e até voltei a escrever. Então, gratidão é o meu sentimento e o meu muito obrigada é o meu agradecimento”, disse.

 

As inscrições para a terceira turma do Programa Acelerador de Lideranças Femininas já estão abertas e podem ser realizadas até o dia 29 de março. Mais informações e formulário de inscrição estão disponíveis AQUI.

 

Acesse a galeria completa do evento, AQUI