Notícias

Prefeitura de Guarapuava continua com o atendimentos às famílias atingidas pelas fortes chuvas dos últimos dias

30/10/2023

As equipes estão monitorando rios e áreas de risco e prestando serviços às famílias da região.

 

Nesta segunda-feira (30), as equipes da prefeitura de Guarapuava estiveram em campo continuando com os atendimentos às famílias atingidas das fortes chuvas que caíram em Guarapuava nos últimos dias.

 

Desde o início das fortes chuvas, a administração municipal está em atendimento e monitoramento de áreas de risco com as equipes da Defesa Civil, secretarias de Assistência e Desenvolvimento Social, Obras e Trânsito e Transportes, SURG (Companhia de Serviços de Urbanização de Guarapuava) e do Corpo de Bombeiros.

 

Segundo o Sistema de Tecnologia e Monitoramento Ambiental do Paraná (SIMEPAR), o acumulado de chuvas registrados no município durante o mês já ultrapassam os 500 milímetros (mm), ou seja, mais que o dobro do que era esperado pelos especialistas (221,3mm).

 

“Guarapuava tem sido afetada pelas chuvas e, no momento, estamos trabalhando dia e noite para que todas as famílias sejam assistidas pela Secretaria e pelas equipes da Defesa Civil. Quando necessário, fazemos o trabalho de realocação para garantir que nenhuma pessoa corra riscos permanecendo no local afetado. Até que as chuvas acalmem continuaremos de plantão para quaisquer emergências”, destacou a secretária da SEMADS, Elenita Lodi.

 

Nesta segunda-feira (30), a equipe da Defesa Civil foi acionada para realizar o atendimento em algumas casas que estavam sob risco de deslizamento. Chegando no local foi constatado que três residências tinham risco iminente, sendo assim, foi realizada a triagem, juntamente com a Secretaria de Assistência e Desenvolvimento Social (SEMADS), para a realocação das famílias e a interdição do local, após a equipe, juntamente com os moradores, retirarem os pertences necessários para a saída.

 

“Realizamos a interdição provisória dessas residências até que o tempo melhore para que possamos fazer uma nova avaliação, pois de imediato a gente recomendou as famílias a se retirarem das casas por garantia, porque não temos como prever a intensidade que a chuva virá e nem se podem ocorrer mais danos”, declarou o representante da Defesa Civil do município, Tiago Bronoski.

 

Também foram realizadas visitas em outros pontos da região, como no bairro Jordão, onde o nível do rio subiu rapidamente e invadiu as estradas, interditando alguns pontos do local. Famílias que tiveram suas residências atingidas pela elevação das águas do rio também estão sendo monitoradas para a possível realocação, caso seja necessário.

 

Em caso de qualquer ocorrência, os telefones para contatos emergenciais são: 193 (Bombeiros) ou 42 9 9970-9482 (Equipe de Plantão da Defesa Civil Municipal).

 

*Matéria em atualização, publicada às 16h30 desta segunda-feira (30).