Notícias

Tecnologia, ciência e inovação integraram o Arduino Day 2024, promovido pela Prefeitura de Guarapuava

25/03/2024

O evento é mundial e comemora o aniversário da plataforma open Source Arduino.

 

A Prefeitura de Guarapuava, por meio da Secretaria de Ciência, Tecnologia e Informação, realizou neste sábado (23), o Arduino Day 2024. O evento é realizado em conjunto com a Rede Espaços Makers, que envolve o Laboratório de Ideias (LAB) da Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação (SCTI), Celeiro de Inovação do Cilla Tech Park, 4 Print da Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR) de Guarapuava e Centro Universitário Campo Real, com o apoio de parceiros. 

 

“O intuito da SCTI é oferecer gratuitamente à população oficinas e cursos de Arduino, Impressões 3D, robótica e design. A Rede de Espaços Makers visa fortalecer ainda mais Guarapuava e tornar isso ainda mais acessível à população. A ideia do evento hoje é demonstrar para crianças, adultos e jovens que eles também podem fazer robótica, que não é uma coisa distante, que é para todo mundo”,  disse Anderson Andy Troc, diretor do Laboratório de Ideias da Secretaria  de Ciência, Tecnologia e Informação.

 

Os programadores levaram suas criações até o Shopping Cidade dos Lagos, chamando a atenção de famílias que foram até o local a passeio. Silvana Ortolan Hardt estava com o marido e as duas filhas, e ficou feliz por as meninas poderem ter contato com os projetos de robótica. “Eu acho muito interessante elas terem esse contato com a tecnologia, até mesmo porque o mundo está cada vez mais tecnológico. Então, essa experiência que elas têm hoje vai influenciar muito na vida delas no futuro”, comentou ela.

 

“A Rede de Espaços Makers de Guarapuava está promovendo o Arduino Day, que é um evento mundial. Cada participante fez os próprios eventos separados e hoje a gente reuniu todos aqui no Shopping Cidade dos Lagos. Nós trouxemos alguns modelos interativos, que chamam a atenção das crianças e elas podem ter um contato direto com as produções”, explicou Isabelle Cordova, coordenadora do curso de Engenharia de Software e da Incubadora Tecnológica do Centro Universitário Campo Real. 

 

Além dos projetos interativos e educativos, também foram expostas produções que podem ser interessantes para o setor industrial. A variedade disponível para o público demonstra a versatilidade do Arduino, que é uma plataforma programável de prototipagem eletrônica, e que está presente em brinquedos, controles e utilidades profissionais. 

 

“Eu tenho 46 anos, com 38 anos eu comecei a mexer com isso e me aposentei de uma carreira de 35 anos, porque me apaixonei por isso. Hoje eu vendo minhas produções para o Brasil inteiro, feitas com a matéria prima que eu compro aqui na cidade. Eu vejo essa profissão como o futuro”, expressou Cledimar da Silva (Buia), programador.