Notícias

Secretaria de Educação de Guarapuava inicia Projeto Protetor Mirim nas escolas municipais

09/11/2023

O projeto tem como objetivo sensibilizar e educar alunos do quarto e quinto anos das escolas municipais sobre a importância da proteção animal. Promover a adoção de práticas responsáveis em relação aos animais de estimação também fazem parte do programa.

 

Com o intuito de promover a conscientização sobre a importância da proteção e bem-estar animal entre os alunos, a Secretaria Municipal  de Educação (SME) iniciou na manhã desta quinta-feira (9), as primeiras aulas do Projeto Protetor Mirim, na Escola Municipal Iná Ribas Carli, no bairro Xarquinho. 

 

“Essa é uma proposta inicial de projeto que pode ser adaptada de acordo com as necessidades e recursos disponíveis na localidade. Buscaremos parcerias com abrigos de animais, ONGs de proteção animal, clínicas veterinárias e outros profissionais especializados para auxiliar nas atividades educativas e proporcionar uma experiência enriquecedora aos alunos”, explicou a coordenadora do Projeto, Ivana Martins. 

 

O projeto será desenvolvido por meio de uma série de ações interativas e educativas, envolvendo as escolas, famílias e a comunidade local e será finalizado após as apresentações que serão divididas em quatro módulos, divididos em quatro semanas. O três primeiros módulos serão de ações que acompanham o crescimento dos animais citados nas atividades. Os trabalhos serão desenvolvidos uma vez por semana dentro da escola. No quarto e último módulo, o programa é finalizado com evento de formatura dos protetores mirins. Na ocasião, as crianças receberão certificado, camisetas, chaveiros, adesivo boton e cartilha do projeto. Todas as atividades serão adaptadas à faixa etária dos alunos participantes do projeto. 

 

“Eu tenho gatos, coelho e cachorro e acho muito importante essas palestras para aprender como devemos cuidar melhor de nossos bichinhos”, expressou Raissa Emanuelli Galvão, de 10 anos. 

 

“Eu já consegui aprender sobre a importância da vacinação, da castração e outros cuidados que é preciso ter com os nossos animais. Estou gostando bastante de participar”, completou Sophia Vitória, de 10 anos. 

 

As próximas unidades contempladas com o Projeto, serão definidas pela Secretaria no próximo ano letivo,  de acordo com o calendário escolar.